sábado, 22 de novembro de 2014

Melhores de 2014 - Single do Ano (Votação)

E mais um ano está acabando e como já manda a tradição está na hora de começar a escolher quais foram os grandes destaques do ano. Como já manda a "tradição", eu venho por meio desta pedir a ajuda de vocês para decidir algumas das categorias dos Melhores de 2014. A primeira votação aberta para vocês será para pedir que decidam qual o maior Single do Ano, ou seja, qual o maior sucesso de 2014. Qual foi a música que será a primeira a ser lembrada quando, daqui a alguns anos, recordamos de 2014 no cenário musical, independentemente da qualidade. 

Funciona assim: eu escolhi dez canções de grande sucesso em 2014, devido a vários fatores que passam por vendas até visualizações no YouTube, e depois dividi, através de sorteio, em duelos. As vencedoras de cada disputa irão entrar juntas em uma próxima enquete para definir qual a grande vencedora. 

Então, começamos com a primeira enquete que vai colocar o retorno nas paradas de sucesso de John Legend com o "sleepy hit" All of Me contra a confirmação do pode de Taylor Swift com Shake It Off! A enquete vai ficar aberta aqui no blog durante cinco dias! Votem!


quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Subversão

Love Me Harder (feat.The Weeknd)
Ariana Grande

O que faz de Love Me Harder, terceiro single do novo álbum da Ariana Grande, uma das canções
mais aclamada pela critica do mainstream pop de 2014? Simples: a canção subverte as expectativas de uma canção vinda da cantora ao ser o cruzamento perfeito entre o comercial e o alternativo.

Love Me Harder é pop/R&B dance tradicional, mas que também emana uma atmosfera diferente que ajuda a ir além do esperado para uma canção de uma das artistas em alto no grande maistream americano. A produção dá para o single uma mistura de sensualidade com uma melancolia romântica perfeita para fazer a canção se destacar entre a multidão. Boa parte dessa sensação é devido a surpreende e perfeita escolha para o featuring: o pouco conhecido The Weeknd. Um dos nomes da nova safra do novo R&B, The Weeknd ajuda a dar o tom sombrio da canção mesmo sendo uma canção de amor colocando de cabeça para baixo as expectativas. Love Me Harder também se beneficia dos vocais aveludados de Ariana e a ótima química entre os dos cantores e a boa composição que não precisa transgredir para funcionar. E devo admitir que mesmo sendo tão boa, Love Me Harder nem é a melhor música do álbum que Ariana poderia ter lançado.
nota: 8 

terça-feira, 18 de novembro de 2014

O Sabor que Faltava

Froot
Marina & the Diamonds

Em ano em que as mulheres dominaram do começo ao fim e que o público pode saborear os mais diversos estilos ainda há tempo para acrescentar outros sabores. E esse sabor pode vim da volta da galesa Marina & the Diamonds depois de um hiato de três está preparando o lançamento do seu
terceiro álbum e como primeiro single lançou a ótima Froot.

Como se tivesse saído do nada, Marina traz de volta o sabor adocicado e psicodélico da pós-disco em uma canção que pode até não conquistar de primeira, mas vai ficar tocando várias vezes na sua cabeça depois de ouvir pela primeira vez. Longe do soul disco do Daft Punk, Froot demora mais tempo para empolgar e quando consegue a produção o transforma em uma deliciosa música dançante deslocada do seu tempo, mas com um apelo irresistível. Longe de ser uma grande diva como Donna Summer, Marina entrega uma ótima performance inspiradíssima colocando toda a sua sensualidade e elegância para interpretar a divertida composição que faz uma analogia do sexo com o pecado original misturando o tema de Like a Virgin. Apenas espero que o álbum da Marina & the Diamonds seja tão suculento como a primeira música.
nota: 7,5

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Faixa Por Faixa

CD: Yours Truly
Artista: Ariana Grande
Gênero: R&B/Pop
Vendagem: Cerca de 600 mil de cópias
Singles/Peak na Billboard: The Way (9°), Baby I (21°), Right There (84°)
Ano: 2013













sábado, 15 de novembro de 2014

Foguinho

Burnin' Up (feat. 2 Chainz)
Jessie J


Nem mesmo com o sucesso de Bang Bang, Jessie J conseguiu emplacar o seu álbum Sweet Talker e ajudar o desempenho do segundo single, a legal Burnin' Up.

Mesmo passando longe do apelo do single anterior, Burnin' Up tem seu charme e as suas qualidades. Começa pela ótima performance de Jessie que usa as principais qualidades da sua voz para dar vida para a canção sem exagerar e ao mesmo tempo exalar sensualidade que a produção pede. Essa produção por sua vez acerta na mosca em um arranjo redondinho que aposta em uma pegada pop/dance/funk que funciona apesar de não ser o mais indicado para ser single. O ponto negativo fica para a participação do rapper 2 Chainz que, além de não acrescentar nada, é apenas a repetição do esquema de Bang Bang e outras músicas de sucesso. Se era para ser "hot", Burnin' Up é apenas uma pequena chama que já está se apagando.
nota: 7

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

O Poder de um Produtor

Yellow Flicker Beat
Lorde

Uma das minhas criticas em relação aos trabalhos iniciais da cantora Lorde foram que ainda faltava certa lapidação do talento bruto que ela carrega em si. Passado o estouro inicial e se preparando para o lançamento do segundo álbum, Lorde foi convocada para ser a principal responsável pela nova trilha sonora da franquia Jogos Vorazes. Como primeiro single foi divulgada a canção Yellow Flicker Beat que mesmo não sendo a melhor da cantora mostra uma interessante e bem vinda mudança de rumo na sonoridade dela.

Essa sensação de mudança vem do produtor Paul Epworth que trabalha pela vez com a cantora e traz na bagagem uma coleção de êxitos que incluem produções para nomes como Adele, Coldplay, Bruno Mars, John Legend, Florence and the Machine e até mesmo Paul McCartney, entre outros. Nas mãos de Paul, a sonoridade de Lorde ganha uma atmosfera sólida, elegante e com uma noção de urgência mais refinada que em outros trabalhos da cantora. Em especial o começo que se baseia apenas na voz assombrada de Lorde acompanhada de um "sussurro" fantasmagórico e depois a inclusão de um minimalista arranjo já mostra bem como Paul começa a lapidar o talento de Lorde sabendo como utilizar os pontos fortes. Uma pena, porém, que depois a produção seguiu um caminho quase trivial dando espaço para um eletropop comum e batido. Não posso exatamente falar sobre a qualidade da canção, pois o teor é bem alinhado com a trama do filme. O que posso dizer é que Lorde continua estranha e inteligente para construir metáforas. O futuro pode ser generoso com a Lorde se ela tiver nas mãos dos produtores certos.
nota: 7

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Ed, o Fofo

Thinking Out Loud
Ed Sheeran


Além de se firmar como um dos melhores nomes do atual cenário pop mundial, Ed Sheeran vai se consolidando como uma das pessoas mais fofas que existe como, por exemplo, ao aceitar de uma fã doente um anel de noivados. Além disso, canções como Thinking Out Loud apenas consolidificar Ed como o "cara mais fofo do pop".

Sabe aquelas declarações de amor que casais fazem sobre viver juntos para sempre que para quem não está apaixonado parece uma grande babaquice? Então, Thinking Out Loud segue esse caminho com uma composição fala em envelhecer juntos vivendo esse amor eterno? Então, essa é Thinking Out Loud, mas, felizmente, acaba se tornando em uma das declarações de amor mais lindas e românticas dos últimos tempos por ser uma obra simples, direta e que sabe dosar o pieguismo na medida certa. Ajuda muito a ótima produção que entrega uma balada pop/blues com um arranjo perfeito e com a personalidade perfeita para Ed brilhar com sua aveludada voz. Tão fofo que até merece um S2!
nota: 8